Como fazer empréstimo consignado para autônomo

O empréstimo consignado é um crédito de fácil acesso para quem possui registro em carteira. No entanto, o trabalhador autônomo para que possa conseguir crédito, precisa atender a alguns requisitos básicos.

A falta de comprovação de renda fixa pode complicar muito o pedido de empréstimo para o profissional autônomo, principalmente na categoria de consignado.

Mas é possível encontrar meios de comprovar sua renda, e assim, conseguir o crédito que você precisa.

Entenda como conseguir empréstimo para autônomo e quais as precauções que você deve ter ao solicitar este serviço.

empréstimo para autônomo
Empréstimo para autônomo

Por que ser um profissional autônomo dificulta o pedido de um empréstimo?

O profissional autônomo é aquele que trabalha por conta própria sem possuir nenhum tipo de vínculo empregatício com as empresas. Ele pode trabalhar tanto em casa, assim como ser um prestador de serviço.

Portanto, ele não tem como comprovar a sua renda, levando em consideração que não recebe seu salário de uma única empresa.

Contudo, a renda fixa deste profissional pode ser estimada, mas não comprovada. Isso quer dizer que se pode ter uma base do quanto um profissional autônomo pode ganhar, no entanto, pode haver uma alteração nos valores tanto para mais quanto para menos.

Para que um empréstimo possa ser liberado é preciso atender a dois requisitos mínimos:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Comprovar a renda.

E neste último caso então, o profissional encontra dificuldades.

Profissionais autônomos podem pedir empréstimo consignado?

O empréstimo consignado é liberado apenas para uma parcela da população constituída por:

  • Aposentados e pensionistas do INSS;
  • Servidores públicos;
  • Trabalhadores que trabalham em empresas que possuam algum vínculo com instituição financeira.

Portanto, os trabalhadores autônomos não podem realizar um empréstimo consignado. No entanto, isso não quer dizer que eles não tem acesso a outras linhas de crédito.

Quais os tipos de empréstimo que o trabalhador autônomo tem acesso?

Apesar de não existir empréstimo consignado para trabalhador autônomo, é possível que ele tenha acesso a outras linha de crédito, vejamos algumas delas.

Empréstimo com garantia

O empréstimo com garantia consiste em uma modalidade de crédito concedida para aqueles que possuem algum bem imóvel ou veículo.

Assim, o refinanciamento de imóvel, é uma modalidade de empréstimo, onde a garantia é o próprio bem.

Todavia, ao solicitar o crédito é preciso ter um bem imóvel quitado no seu nome. O bem passará por avaliação onde cerca de 60 % do seu valor poderá ser liberado em crédito.

Porém, enquanto o empréstimo não for quitado, este bem imóvel ficará alienado, em outras palavras, ele ficará em poder da instituição financiadora de crédito, sendo liberado ao final do pagamento.

Algo parecido acontece com o refinanciamento de automóvel, no entanto, é possível tomar como crédito cerca de 90 % do valor estimado pelo bem.

Microcrédito

Para aqueles que são micro e pequenos empreendedores que buscam por valor do crédito destinado à reformas e melhorias do seu empreendimento, existe então, o microcrédito.

Assim, com o dinheiro do empréstimo, o profissional autônomo poderá aumentar o seu capital social, pagando dívidas e ampliando os seus serviços.

Empréstimo pessoal

Profissionais autônomos também contam com o empréstimo pessoal, mas no entanto, esta forma de crédito é conhecida por cobrar juros muito altos.

A vantagem é que existe rapidez na liberação, e para aqueles que tem pressa em conseguir o dinheiro, esta é uma alternativa.

Como comprovar a renda para obter empréstimo?

Para que um profissional autônomo possa comprovar sua renda existem meios que podem confirmar que ele recebe um valor periódico através de:

Extrato Bancário

É possível apresentar um extrato bancário da conta onde são depositados valores referentes à prestação de seu serviço.

Assim, as instituições geralmente solicitam um extrato bancário dos últimos 3 a 6 meses para que possa então, ter a comprovação da renda.

Comprovantes de pagamento de Imposto de Renda

O comprovante de pagamento de Imposto de Renda consiste em um documento que comprova entradas e saídas, rendimentos e gastos durante um determinado período de tempo.

Portanto, através dele também é possível que o autônomo comprove sua renda.

Apresentação de contratos de serviços prestados

Apesar não ser um método muito convencional, a apresentação de contratos de serviços prestados pode ser uma comprovação de renda, e assim comprovar que o trabalhador autônomo recebe um valor mensal.

Ter uma conta corrente em banco pode ajudar na contratação de um empréstimo?

Ter uma conta corrente em banco pode ajudar a contratar um empréstimo.

Isso porque, a maioria das instituições conseguem realizar análise de crédito para seus clientes concedendo um crédito pré-aprovado que geralmente pode ser contrato através do internet banking ou nos caixas eletrônicos,

Mas caso o limite do crédito seja inferior ao que o trabalhador autônomo precisa, é possível procurar o gerente da agência bancária em questão e solicitar um crédito maior.

O que considerar antes de contratar um empréstimo?

Antes de contratar um empréstimo para autônomo, é preciso avaliar então as condições de pagamento que envolvem taxas de juros e outros encargos.

Existem várias instituições que fornecem modalidades de crédito além do consignado, e cada uma delas possui uma taxa de juros diferente.Vale a pena pesquisar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *